Wireless traz conforto às futuras mães

  • em 28 de novembro de 2019

Um dos exames mais desconfortantes do período de gravidez se tornou menos invasivo por conta da tecnologia sem fio. A cardiotografia, que possibilita o monitoramento fetal, é até hoje realizada por uma cinta apertada, pressa ao abdômen da mãe. Agora, a avaliação já pode ser conduzida de forma on line. É o que garante o novo equipamento da GE Healthcare, batizado de Novii Wireless Patch System.

A cinta, de fato, não é muito prazerosa. Ela precisa estar bem amarrada à barriga para que os cabos nela acoplados consigam abranger toda a extensão do útero. Esses cabos são ligados ao aparelho medidor, que dará informações importantes, como frequência cardíaca do bebê e quantidade de oxigênio que ele recebe. O exame dura 30 minutos e, quando bem executado, consegue identificar problemas de formação e diminuir os riscos do parto.

Com o equipamento da GE, a cinta é abolida. Na barriga estará apenas um adesivo, conectado a uma pequena caixa de plástico. Esse adesivo funciona como uma espécie de sensor, que consegue registrar as informações do útero e repassá-las, via bluetooth, aos monitores e computadores. O aparelho permite a mobilidade completa da mãe, além de ser à prova d’água.

“Nossas pacientes adoram a liberdade que o monitoramento pelo adesivo oferece”, disse a enfermeira Ressha Mitchell, do Eastern Idaho Regional Medical Center, nos Estados Unidos, um dos hospitais que adotaram o novo procedimento. “Recentemente, atendi uma gestante que ficou 48 horas em trabalho de parto e em momento algum perdemos o sinal do monitoramento do bebê”, disse, em informe produzido pela própria GE, publicado na Época Negócios.

Veja também:

Inteligência Artificial contra o câncer

A “Internet das Coisas” está expandindo o consumismo; e isso aumentará ainda mais daqui a cinco anos

Conheça 10 inovações para os próximos cinco anos

Views:
358
Article Categories:
Notícias

Ver também