Voopter entra no ranking das 25 startups de turismo mais promissoras do mundo

  • em 24 de julho de 2019

As startups brasileiras seguem despontando no mercado internacional. A Voopter, que se apresenta como buscador e comparador de passagens aéreas, entrou nesse mês no ranking das 25 startups de turismo mais promissoras do mundo, lista definida pelo site norte-americano Skift.

Fundada em 2013, a Voopter é a primeira do país a figurar no ranking, um dos mais respeitados do mundo no segmento. Além de apresentar as diferentes opções de preços de diárias de hotéis e companhias de aviação, a plataforma possui conteúdo próprio. Traz dicas de roteiro, por exemplo, e oferece um alerta para que o usuário receba notificações sobre ofertas e eventos.

Por mês, cerca de duas milhões de pessoas trafegam pela plataforma. Quatro milhões de usuários já foram encaminhados às empresas parceiras, como a Latam e a Gol. Fora os anúncios, o faturamento da Voopter vem justamente das taxas cobradas das parceiras, que repassam parte de cada compra de passagem ou diária proveniente desse redirecionamento.

E mais: Startups promissoras revelam estratégias de crescimento

Mercado

Desde que foi inaugurada, a startup já recebeu por volta de US$ 1,5 milhões em investimentos. “Quando abrimos havia uma grande expectativa sobre esse mercado no Brasil”, diz Petterson Paiva, presidente e co-fundador da Voopter, em entrevista para a Exame. “Mas o setor voltou a aquecer bastante agora, e estamos muito animados com os próximos anos”.

Peterson sabe que, embora crescente, o mercado segue bastante disputado. A Voopter possui grandes concorrentes nacionais, como a MaxMilhas e a 123 Milhas. Há pouco, começou a duelar também com o maior buscador do planeta, o Google, que criou a plataforma Google Flights.

A vantagem da Voopter estaria nas notificações. Segundo Tales Tommasini, CTO e outro fundador, a startup oferece uma estrutura de abastecimento de informações mais ágil, seja por e-mail ou pelo aplicativo, que a aproxima mais do usuário. “Isso não só nos tira da rota de coalizão como nos deu um espaço bem relevante, porque entendemos o que o mercado brasileiro precisa”, explica.

 

Veja também:

Fundos bilionários miram em startups brasileiras

Ranking das startups brasileiras mais promissoras

A expansão tecnológica e do ecossistema de startups brasileiro

Views:
19065
Article Categories:
Notícias

Ver também