Startup sul coreana do setor de finanças levanta R$ 80 mi e se torna nova “startup unicórnio”

Você sabe o que é uma “startup unicórnio”? É uma empresa que se idealiza como “fantasia” e acaba se transformando em algo fantástico, inovador e extremamente lucrativo, elevando o seu valor de mercado.

É neste conceito que agora se encaixa a startup de pagamentos Toss, que recentemente se tornou a quarta empresa a conseguir tal feito na Coreia do Sul. Pioneira em oferecer aos seus usuários transferências P2P, a startup se caracteriza como a principal transformadora do setor financeiro do país através de um aplicativo mobile.

A startup recebeu US$ 80 milhões em investimentos de empresas norte-americanas, e isso logo depois de ter alavancado US$ 40 milhões seis meses antes. O dinheiro será usado fins de aceleração e crescimento do negócio. Com os acordos, a  empresa chega ao valor aproximado de quase US$ 200 milhões captados de investidores até o momento.

SG Lee founder e CEO do Toss, Viva República. ©Divulgação

A Toss teve início em 2015, quando o ex-dentista e atual founder e CEO da Viva Republica, SG Lee, ficou frustrado com a maneira trabalhosa como os pagamentos on-line funcionavam na Coréia.

O aplicativo começou como uma ferramenta de pagamentos personalizados, mas nos últimos anos, acrescentou recursos mais avançados focados em produtos financeiros. Os usuários do Toss agora podem acessar e gerenciar créditos, empréstimos, seguros, investimentos e mais de 25 provedores de serviços financeiros, incluindo bancos.

“Antes do Toss, os usuários precisavam de cinco senhas e cerca de 37 cliques para transferir US$ 10. Com o aplicativo, os usuários precisam de apenas uma senha e três etapas para transferir até KRW 500.000 (cerca de  US$ 430)”, disse o founder e CEO da Tools em comunicado.

Será que temos startups unicórnios no Brasil?

Ainda não conseguimos chegar nessa marca. Mas algumas empresas que nasceram em solo brasileiro se aproximam de se tornarem nossos unicórnios. Como exemplo, podemos citar empresas como a 99, o Nubank, a Movile — que tem sob sua gestão os apps iFood e Playkids — e a Netshoes.

Siga-nos nas redes sociais
@portalneoradar

Visualizações:
132
Categorias:
Notícias