Conceitos e Tendências

Tipos de inovação o impacto de cada uma no seu negócio!

Você sabia que existem tipos de inovação? O mundo está mudando cada vez mais rápido, e não é novidade que para se sobressair e se manter no mercado hoje, é necessário investir em inovação. Entretanto, muitas empresas ainda consideram inovar complicado e, de modo geral, grande parte não sabe como fazer o processo de inovação na prática.

Nesse artigo, você irá encontrar de forma simples e objetiva o que é inovação, os tipos de inovação e o que cada um pode oferecer ao seu negócio.

O que é inovação?

Primeiramente, podemos definir inovação como a implementação de um produto, tecnologia ou serviço que seja novo ou significativamente melhorado. Além disso, também podemos classificar como inovação mudanças na forma com que se realiza uma atividade. Por exemplo, um processo, atendimento ao cliente e até a novos métodos de marketing e do local de trabalho.

Assim, inovação é tudo aquilo que quando agregado ao mercado gera valor econômico ou social. Não existe um único modo de se inovar, existem tipos de inovação, e cada um soma um resultado diferente a empresa. A inovação pode ser classificada em: inovação incremental, inovação radical e inovação disruptiva.

Inovação Incremental

A inovação incremental é o tipo de inovação mais comum e muito utilizada por grande parte das empresas. Nesse tipo de inovação, existe o aprimoramento de um produto, serviço, processo ou tecnologia existente. Ou seja, quando opta-se por promover uma inovação incremental, a solução passa por uma melhoria em alguma função mas que não muda a forma com que o cliente final irá se relacionar com ela.

Assim, o ponto positivo do uso desse tipo de inovação é o baixo nível de risco que ela oferece a empresa. Além disso, demonstra aos seus clientes que vêm buscando pelo aprimoramento de seus produtos. Por outro lado, a inovação incremental não é suficiente para uma empresa que deseja se manter líder em seu mercado.

Inovação Radical

A inovação radical, como o nome já sugere, é o tipo de inovação que ocorre quando se realiza uma mudança consistente no produto/serviço ofertado. Nesse caso, a inovação muda a forma de uso da solução, mudando a percepção que o cliente final tem daquele produto. 

Ao tratarmos de inovação radical, pode-se destacar o alto risco da execução do projeto. Entretanto, esse tipo de inovação, quando bem pensada e desenvolvida, realiza um impacto significativo no mercado. Hoje, é muito comum vermos esse tipo de inovação sendo mais abraçada por startups do que por empresas maiores, justamente pelo risco que ela oferece. As startups, por serem menores e mais novas, se mostram abertas a arriscarem e a fornecer soluções revolucionárias ao mercado.

Inovação Disruptiva

O termo inovação disruptiva foi desenvolvido pelo pesquisador Clayton Christensen para classificar um tipo específico de inovação radical. O pesquisador explica que, as empresas visam desenvolver soluções de acordo com as demandas solicitadas pelo seu mercado. Entretanto, ao atender somente as demandas desse público a empresa se fecha a outras possibilidades que podem acarretar na perda de oportunidades. Assim, de acordo com o Christensen:

“A inovação disruptiva muitas vezes sacrifica o desempenho em dimensões que são importantes para os clientes atuais e oferece um pacote muito diferente de atributos que (ainda) não são valorizados por esses clientes. Ao mesmo tempo, esses novos atributos podem abrir mercados inteiramente novos.”

Um exemplo de inovação disruptiva são os bancos 100% digitais. Quando olhamos para esse mercado a cinco, dez anos atrás, percebemos que os serviços oferecidos pelos bancos mais tradicionais envolviam a forma de atendimento presencial, em uma agência e justamente pela aderência do público a essa forma de serviço, não se era cogitado um banco com atendimento unicamente online, justamente porque para muitos clientes, a ideia de não ter uma agência para ir ou não conversar pessoalmente poderia causar estranheza e desconforto. Com o surgimento dos bancos 100% digitais, criou-se um novo mercado, com novas possibilidades e novos outros clientes, fazendo com que esses bancos ganhassem um espaço considerável no mercado.

Para a adoção da inovação disruptiva, vale se atentar a alguns pontos como um bom planejamento estratégico e a busca e definição de um mercado inicial para a introdução dessa nova proposta de solução.

Inovação Aberta

Agora que você já sabe o que é inovar e conhece os tipos de inovação em que a sua empresa pode investir, chegamos ao questionamento: como posso promover a inovação em meu negócio? Uma alternativa é a inovação aberta.

Engana-se quem acredita que para desenvolver a inovação é necessário possuir uma estrutura e equipe exclusiva para esse fim. Com a inovação aberta, todo o desenvolvimento do produto/serviço é realizado em parceria. Assim, os ciclos de inovação aberta se mostram como uma alternativa eficiente para o desenvolvimento de soluções inovadoras.

A inovação aberta é um novo método de se realizar a gestão do desenvolvimento de qualquer solução inovadora. Para a sua execução, as empresas procuram desenvolver as ideais e processo de forma aberta, em parceria com outras instituições como outras empresas, universidades, centros de pesquisas, órgãos governamentais e até mesmo com o seu próprio público. Podemos citar alguns exemplos de empresas que utilizaram da inovação aberta.

Empresa e Universidade

Para esse exemplo, podemos citar a Bosch que em parceria com a Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e outros grupos de pesquisa desenvolveram o motor para carro flex.

Empresa e Startups

Nesse caso, quando a empresa não tem a estrutura necessária para realizar inovações radicais, ela pode abrigar e fazer parcerias com as startups e assim seguir acompanhando as demandas do mercado. Um bom exemplo desse caso é o Hospital Albert Einstein têm um programa de aceleração de startups e essas mesmas startups se tornam parceiras no desenvolvimento de novos produtos e serviços com o hospital.

Empresa e Clientes

Por último, temos a empresa Starbucks que possui um site chamado “Starbucks Ideas” onde o próprio cliente pode dar a sua sugestão de novos produtos para a empresa.

Quer aprender mais sobre inovação de forma simples e objetiva? Conheça a Neo Ventures Academy e venha aprender inovação com quem inova de verdade!

Bruno França Pádua

Posts Recentes

Neo Ventures promete transformar o mercado da inovação

Você está convidado para conhecer o futuro da inovação! No dia 02/02 às 18h, a…

4 horas atrás

Inovação na prática: como traçar uma estratégia para inovação

Qual é a primeira coisa que vem à sua mente quando dizemos a palavra “inovação”?…

1 dia atrás

Edital aberto: Participe do InovaCoop e desenvolva sua solução em parceria com a Embrapa e OCB.

Estão abertas as inscrições para as startups interessadas em participar da segunda edição do programa…

1 semana atrás

Identificando oportunidades para inovar

É fato que o mercado está a cada dia mais competitivo. Surgem a todo momentos…

3 semanas atrás

Edital aberto: Conte com a ajuda do SEBRAE em 2022

Estão abertas as inscrições para as startups interessadas em fazer parte do Fast Motion, programa…

1 mês atrás

A velocidade das mudanças e a inovação

Com as rápidas viradas que o mercado dá, as tecnologias em nosso dia a dia…

1 mês atrás

Thank you for trying AMP!

We have no ad to show to you!