TikTok se pronuncia e nega censura a posts sobre Black Lives Matter

tiktok

Posts no TikTok que continham a hashtag do movimento antirracista nos EUA mostravam zero visualizações

A rede social chinesa TikTok se pronunciou através de comunicado se desculpando após acusações de que estaria censurando posts acerca do movimento Black Lives Matter (ou “vidas negras importam”). O Black Lives Matter está no centro dos protestos que tomaram os Estados Unidos nos últimos dias após o jovem George Floyd ser morto pela polícia na cidade de Minneapolis. Os protestos rapidamente se espalharam pelo país e devem continuar nesta terça-feira, (2).

Nas redes sociais, os usuários reclamaram que os vídeos no TikTok que continham as hashtags #BlackLivesMatter e #GeorgeFloyd mostravam zero visualizações.O TikTok disse que o caso foi uma falha do sistema na contagem e que, na verdade, as hashtags tinham mais de 2 bilhões de visualizações. A empresa afirmou que outras hashtags populares e não-relacionadas às questões raciais foram afetadas pelo problema, como #dad (pai) e #cat (gato). O defeito começou na quinta-feira, 28 de maio, segundo o TikTok, e foi consertado por volta de sexta-feira, 29.

E mais: Cientistas batem recorde de velocidade de internet de 44 Tb/s

“Apesar disso, nós entendemos que muitos assumiram que esse bug era um ato intencional para suprimir as experiências e invalidar as emoções da comunidade negra. E nós sabemos que temos que trabalhar para reparar e ganhar novamente essa confiança”, escreveram Vanessa Pappas, diretora do TikTok nos Estados Unidos, e Kudzi Chikumbu, diretor da Comunidade de Criadores da empresa.

No comunicado sobre o caso, o TikTok disse que vai participar nesta terça-feira do movimento Blackout Tuesday (ou “terça-feira apagada”, em tradução livre). Por causa da campanha, serão desligadas playlists e campanhas sonoras. Emissoras de rádio, televisão e plataformas de música como o Spotify e gravadoras já afirmaram que também vão pausar temporariamente as transmissões ou operações.

Views:
227
Article Tags:
Article Categories:
Notícias

Ver também