Testes da tecnologia 5G são iniciados no Brasil

tecnologia 5g

As maiores operadoras do país iniciaram neste mês o funcionamento, em caráter experimental, da tecnologia de 5ª geração (5G) para os aparelhos móveis. Neste 1º momento, o 5G compartilhará as faixas de transmissão já existentes do 3G e do 4G, com o uso da tecnologia chamada DSS (compartilhamento dinâmico de espectro, na sigla em inglês).

Os clientes da Vivo e da Claro passarão a ter acesso à rede de quinta geração em algumas cidades já a partir deste mês, enquanto a Tim planeja disponibilizá-la em setembro. Por se tratar de uma “prévia” do funcionamento da tecnologia, o serviço oferecido no Brasil terá algumas limitações.

E mais: A tecnologia 5G faz mal à saúde? Entenda os riscos e os rumores

Enquanto outros países já iniciaram a implementação do 5G, o Brasil ainda se prepara para o leilão do espaço do espectro exclusivo da rede, que deve ocorrer em 2021. Para funcionar com capacidade máxima, o 5G precisa ser transmitido na faixa de frequência de 3,5GHz, ainda indisponível para as operadoras brasileiras. Por enquanto, a rede funcionará por meio de DSS (compartilhamento dinâmico de espectro), “emprestando” as faixas de frequência do 3G e 4G, o que implica velocidade menor.

A princípio, o serviço só poderá ser desfrutado pelos clientes que tiverem o Motorola Edge, único celular compatível com o 5G à venda no Brasil. Também será preciso estar em locais específicos. Confira na lista abaixo se sua região receberá a rede:

Vivo

  • São Paulo (Avenida Paulista, Vila Olímpia e Berrini)
  • Brasília (Eixo Monumental, Esplanada dos Ministérios e shoppings)
  • Belo Horizonte (Savassi e Afonso Pena)
  • Salvador (Pituba e Itaigara)
  • Rio de Janeiro (Copacabana, Ipanema e Leblon)
  • Goiânia (centro)
  • Curitiba (Centro Cívico/Alto da Glória e Batel/Água Verde)
  • Porto Alegre (Moinhos de Vento, Avenida Carlos Gomes e Shopping Iguatemi)

Claro

  • São Paulo (Avenida Paulista e Jardins, a princípio, e mais tarde Campo Belo, Vila Madalena, Pinheiros, Itaim, Moema, Brooklin, Vila Olímpia, Cerqueira César, Paraíso, Ibirapuera, Berrini, Santo Amaro, Central Única das Favelas e Instituto Pró-Saber)
  • Rio de Janeiro (Ipanema, Leblon e Lagoa, a princípio, e mais tarde por toda a orla)

Tim (a partir de setembro)

  • Rio Grande do Sul (Bento Gonçalves)
  • Minas Gerais (Itajubá)
  • Mato Grosso do Sul (Três Lagoas)
Views:
386
Article Categories:
Notícias

All Comments

Ver também