Startup que proporciona assessoria jurídica beneficente recebe investimento do empresário Mark Cuban

O bilionário norte-americano Mark Cuban, conhecido por ser o proprietário do time de basquete Dallas Mavericks e um dos grandes investidores da versão estadunidense de “Shark Tank”, fez um investimento para acelerar a startup Paladin. A empresa reúne escritórios de advocacia que atuam a favor daqueles que não possuem condições financeiras para arcar com os custos de um processo judiciário.

Kristen Sonday durante o talk na conferência IGNITION: Mídia, Tecnologia e Transformação em Nova York.

No último dia 03, o empresário se reuniu com a co-founder da startup Kristen Sonday e durante a conferência IGNITION: Mídia, Tecnologia e Transformação em Nova York. No encontro, os dois aproveitaram para divulgar os investimentos da startup que passará a atuar no “momento certo” de acordo com Cuban, apontando os grandes números de processos legais abertos pela justiça norte-americana nos últimos anos.

Uma outra discussão levantada pela dupla foi a importância de investimentos voltados para o auxílio social. Segundo Sonday, em um estudo feito pela startup, indicou-se que minorias sociais, entre elas grupos de mulheres e negros, possuem maior probabilidade a receberem o auxílio da startup. “Acho muito importante que as pessoas que estão construindo essas soluções sejam as que estão mais próximas destes problemas”, disse enfatizando a importância de ter mulheres na liderança da Paladin.

Paladin

A startup Paladin trabalha com escritórios de advocacia, faculdades de direito e departamentos jurídicos corporativos que buscam trabalhos “pro bono” (beneficente) para seus advogados e os associa a organizações de assistência jurídica que ajudam os necessitados isentando-os de custos.

Já imaginou um trabalho com um impacto social tão grande assim acontecendo aqui no Brasil? Quer saber mais, clique aqui.

@portalneoradar

Curtidas:
5 0
Visualizações:
88
Categorias:
Notícias