Startup une carros, bicicletas e patinetes em um app

  • em 31 de outubro de 2019

Os aplicativos de transporte já entraram na rotina de milhões de pessoas nas grandes cidades brasileiras. A expansão do serviço, que segue crescente, está ganhando cada vez mais atores, alguns com boas ideias. Em São Paulo, uma startup nova, a GO , se propôs a oferecer em uma única plataforma quatro opções de veículos: carro, bicicletas comuns, elétricas e patinetes.

A GO ainda está em fase inicial. Conta com 10 carros, 20 bicicletas elétricas, 20 manuais e 110 patinetes. Antes de janeiro, a promessa é que as patinetes ultrapassem as 200 e as bicicletas se aproxime das 100 unidades. A proposta da empresa é vender planos de acesso a todos os veículos, ao custo de 500 reais por mês. Esse acesso, porém, não é ilimitado. A cota dos carros, por exemplo, é de 60 horas mensais. Só para as bicicletas manuais o uso é livre.

Por enquanto, as operações da GO se restringirão a pontos específicos de áreas comerciais da capital paulista, como a avenida Faria Lima. Diferente das startups que oferecem bicicletas e patinetes, como a Yellow e a Lime, os veículos da GO não poderão ser deixados em qualquer lugar, mas em pontos específicos.

A partir de agosto de 2020, o planejamento prevê o desembarque nas cidades de Florianópolis e Rio de Janeiro, segundo apuração da revista Exame. O investimento inicial foi de R$ 1 milhão, todo desembolsado pelos seis sócios: Francieli Balem, Ricardo Scolfaro, Simião Fernandes, Carlo Mantovani, Felipe Alves e Marcus Maid. Por se basear no conceito da Internet das Coisas (IoT) para conectar veículos e dispositivos, os sócios conseguiram reduzir em 70% os gastos com software.

Veja também:

Avanço do 5G chega às indústrias, mas não às cidades

Mapa de startups do Brasil aponta forte presença de incubadoras e aceleradoras

Ranking das startups brasileiras mais promissoras

Views:
408
Article Categories:
Notícias

Ver também