Brasil segue distante na corrida por robôs

  • em 27 de dezembro de 2019

A indústria do Brasil avançou, na última década, em adotar robôs em suas linhas de produção. Porém, esse processo segue lento quando comparado aos países que estão na fronteira da tecnologia. Enquanto a média global são de 74 robôs para cada 10 mil trabalhadores, por aqui são apenas 10.

Os números da Federação Internacional de Robótica apontam disparidades difíceis de ser superadas a curto prazo.  Na Coréia do Sul, por exemplo, onde os investimentos em novas tecnologias representam fatia considerável do PIB do país, a taxa é de 631. Nos Estados Unidos, 189.

A diferença gritante para o Brasil pode ser explicada pelas barreiras tarifárias e também pela questão da vantagem comparativa. “Enquanto for economicamente viável empregar pessoas para fazer determinada atividade, é o que vai acontecer. Só vale a pena a substituição se ela significar redução dos custos”, diz Daniel Duque, pesquisador da FGV, em matéria da Folha de S. Paulo.

“Isso se dá porque temos uma mão de obra ainda barata para trabalhos não qualificados e, por outro lado, o custo para importação de bens de capital é alto. No futuro, porém, a tecnologia ficará mais barata e a não substituição poderá ser impensável”.

E mais: Robótica ameaça 20 milhões de empregos até 2030

Robôs do Estado

Na corrida pela robótica, a falta de investimentos privados poderia ser contornada por políticas públicas. Assim ocorreu na própria Coréia do Sul e na China, só para citar os asiáticos.  “Seja com o estabelecimento de parâmetros de segurança ou com objetivos amplos de longo prazo que incluam empresas, os governos devem olhar para a digitalização na indústria como uma evolução da sociedade”, explicou também à Folha Alejandro Capparelli, presidente da Rockwell Automation.

O Brasil e a América Latina figuram o mercado com menos vendas da empresa de Capparelli, embora tenha alcançado em 2019 uma participação próxima a US$ 522 milhões.

Veja também:

Desafios e oportunidades do financiamento à inovação

Robôs pressionam renda dos trabalhadores americanos

Inteligência Artificial reduziria as jornadas de trabalho para 12 horas semanais

Views:
622
Article Tags:
Article Categories:
Notícias

All Comments

Ver também