Oracle e Microsoft se unem nas nuvens

Duas gigantes da tecnologia resolveram juntar forças. A Microsoft e a Oracle anunciaram na última terça-feira, dia 4, que irão conectar suas nuvens em uma rede direta. Assim, os usuários poderão mover cargas de trabalho entre os armazenamentos das duas empresas, sem qualquer empecilho de conectividade.

Na prática, a aliança significa que será possível executar serviços como o Oracle E-Business Suite ou Oracle JD Edwards diretamente no Azure, da Microsoft. De outro lado, as aplicações da Microsoft poderão ser realizadas a partir do banco de dados Oracle Cloud.

“A Oracle e a Microsoft atendem às necessidades dos clientes corporativos há décadas”, afirmou Don Johnson, vice-presidente da Oracle Cloud, em entrevista para o TechCrunch. “Com essa aliança, nossos clientes em comum podem migrar todo o conjunto de aplicativos existentes para a nuvem sem ter que reformular nada, preservando os grandes investimentos que já fizeram”.

E mais: Microsoft ultrapassa a Apple em valor de mercado

“Com mais de 95% das empresas da Fortune 500 usando o Azure, estivemos sempre focados em ajudar nossos clientes a prosperar em suas jornadas de transformação digital”, disse Scott Guthrie, vice-presidente executivo da Microsoft, também para a TechCrunch. “Essa aliança é uma escolha natural para nós, pois ajudamos nossos clientes conjuntos a acelerar a migração de aplicativos e bancos de dados corporativos”.

Até o momento, a interconexão entre as duas nuvens é limitada ao Azure US East e ao data center da Oracle, em Ashburn, Virgínia, Estados Unidos. Segundo a TechCrunch, as duas empresas planejam expandir o acordo, embora não há informações sobre como isso será realizado.

Quer saber mais sobre notícias, análises, conceitos e tendências do setor da inovação e tecnologia, acesse nossas redes sociais e fique ligado! @PortalNeoRadar.

 

Veja também:
Boicote à Huawei movimenta mercado de tecnologia
Google revela suas práticas para o trabalho remoto
Microsoft lança programa que rastreia votos

 

Visualizações:
12033
Categorias:
Notícias

Ver também