Nubank compra Easynvest para entrar no mercado de investimentos

O Nubank anunciou nesta sexta-feira, 11, que adquiriu a corretora Easynvest. O negócio, fechado na noite de quinta, representa a entrada do maior banco digital do país no aquecido mercado de investimentos já em posição de destaque, uma vez que a “Easy” é a maior corretora digital independente do mercado, com 1,5 milhão de clientes e mais de 20 bilhões de reais sob custódia. Os valores da transação não serão divulgados.

O negócio será realizado por meio de pagamento em dinheiro e, em sua maior parte, trocas de ações. Os acionistas da Easynvest vão receber ações do Nubank, a começar pela Advent, empresa americana de private equity que detém a maior participação da corretora, com 60% do capital. Profissionais de gerência também vão ganhar ações, com o objetivo de alinhar interesses para que a integração seja bem-sucedida e para a operação futura.

A aquisição da Easynvest vai permitir que o banco possa ampliar as receitas com a oferta de produtos, como fundos de investimento (são cerca de 450), além de aumentar a recorrência de uso dos serviços financeiros. E vai colocá-lo em condições de se beneficiar do forte crescimento do mercado de investimentos no ambiente de juros mais baixos.

Vélez disse avaliar que o mercado é cheio de complexidades e de ineficiências para os usuários. Além disso, segundo ele, uma pequena parcela da população tem acesso a bons produtos, enquanto a maioria não tem acesso ou só recebe a oferta de produtos que não fazem sentido para eles. E isso abre uma oportunidade para melhorar a oferta.

Para a Easynvest, o negócio vai potencializar ainda mais o crescimento, ainda que ela provavelmente seja incorporada no futuro. Neste ano, a corretora se valeu do ambiente de juros baixos para acelerar a expansão; e contratou o banco americano JPMorgan em junho para buscar um sócio que pudesse ajudá-la com esse objetivo.

As duas empresas vão continuar a operar de forma independente até que a aquisição receba a aprovação do Banco Central e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). Uma vez que isso aconteça, será realizada uma integração gradual, em que clientes do Nubank passarão a ter acesso a produtos selecionados da Easynvest.

Um pilar importante nessa integração gradual será a educação financeira, algo que o Nubank já oferece por meio de seu site, mas que será reforçado com a aquisição da Easynvest, que tem um canal próprio e programas diários com Samy Dana e Dony De Nuccio.

O objetivo será replicar no segmento de investimentos a mesma estratégia de “democratizar o acesso” de serviços financeiros por meio de custos mais baixos, a exemplo do que foi feito com o cartão de crédito roxo.

Views:
147
Article Categories:
Notícias

Ver também