Nubank alcança US$ 10 bi em valor de mercado e acelera plano de expansão pela AL

Considerada por algum tempo o maior unicórnio brasileiro, a Nubank se fortalece a cada dia para mudar de patamar e se estabelecer entre as gigantes do setor financeiro. Recentemente, ela recebeu mais um aporte gigante, dessa vez de US$ 400 milhões. Os recursos vieram do fundo TCV, dos Estados Unidos, que tem em sua carteira de investimentos empresas como o Facebook, Netflix e Airbnb.

Com a nova parceria, o Nubank alcançou valor de mercado próximo a US$ 10 bilhões, o que seria um quarto do valor do Banco do Brasil, um dos cinco maiores bancos do país. Na última semana de julho, as ações do BB na Bovespa terminaram o pregão avaliadas em US$ 38 bilhões. A fintech, portanto, teria atingido uma base forte não apenas para abrir capital, mas também se tornar parceira de uma das gigantes do setor.

Essa última possibilidade está fora de cogitação, segundo Cristina Junqueira, cofundadora da startup, em entrevista ao Estadão. Ela declinou da possibilidade de associação do Nubank a um grande ator, algo como fez a XP com o Itaú, em 2017. “Não seremos vendidos”, disse. Ela, porém, não deixou de lado a hipótese de uma oferta pública de ações em alguns anos. “Eventualmente, é algo que estará no nosso caminho, mas não faz sentido hoje nos submetermos à regulação de uma empresa aberta.”

E mais: Nubank une inovação com diversidade

Enquanto a abertura não ocorre, a Nubank aproveitará a onda de investimentos para prosseguir o seu plano de expansão pela América Latina. A empresa já abriu escritórios na Argentina e no México. O próximo passo será lançar produtos financeiros nesses países. “Devemos ter um papel mais importante na região do que já temos no Brasil, porque os bancos estão muito atrasados”, diz Christina.

Veja também:

Nubank é o melhor banco brasileiro segundo a Forbes

Fintechs possuem taxa de crédito menor do que a de grandes bancos

Nubank negocia com gigante japonês aporte de US$ 1 bi

 

Views:
19238
Article Categories:
Notícias

Ver também