Inteligência Artificial cresce na rotina das empresas

  • em 28 de outubro de 2019

A Inteligência Artificial está longe do auge de sua aplicação no mundo corporativo. Pesquisa da Gartner Hype Cycle aponta que 93% dos executivos consideram a tecnologia primordial para tornarem suas empresas mais competitivas. Destes, 57% a estão empregando para desenvolverem novos produtos.

A maioria também considera a IA como propulsora de novos trabalhos. 54% a utilizam para tornar o controle e a colaboração entre as áreas mais eficientes. Os resultados foram tão positivos que 56% das empresas contrataram cientistas de dados para potencializar os efeitos da tecnologia.

A pesquisa da Gartner revelou mais pontos desse cenário. 93% dos entrevistados acreditam que as empresas devem investir na força de trabalho de Inteligência Artificial. Um caminho seriam as parcerias com universidades e outras iniciativas educacionais. 62% disseram que suas empresas possuem um cronograma de treinamento. Em 2018, eram 46%. Dos que ainda não oferecem qualquer tipo de capacitação, 53% afirmam que medidas para corrigir essa falta serão colocadas em práticas nos próximos meses.

E mais: União Europeia propõe diretrizes éticas para a Inteligência Artificial

Jornadas reduzidas

Outro estudo, desta vez divulgado pela RELX, reforça o crescimento da IA. A adoção registrada em 2018 havia crescido 48% em relação a 2017. Mesmo antes de ser encerrado o mês de outubro, o avanço de 2019 em relação ao ano anterior já é de 72%.

Uma das aplicações seria a redução da mão de obra humana nas linhas de produção. O trabalho de robôs e equipamentos do gênero já causam preocupação, por conta do desemprego como efeito colateral. Há quem aposte, porém, que as máquinas seriam benéficas por reduzirem as jornadas, por exemplo, de 44 para 12 horas semanais.

Quem já falou sobre esse assunto foi Jack Ma, fundador do Ali Baba. “A eletricidade permitiu às pessoas ter tempo para ir ao karaokê e a festas. Acredito que com a inteligência artificial as pessoas terão mais tempo para serem seres humanos”, disse Ma, em setembro, durante a Conferência Mundial de Inteligência Artificial, realizada em Xangai, China.

Veja também:

Alexa chega ao Brasil em versão adaptada

Assistentes virtuais entram na rotina de milhões de pessoas

Inteligência Artificial contribui para mobilidade de pessoas em situação de cadeira de rodas

Views:
449
Article Categories:
Notícias

Ver também