Fintechs brasileiras receberam U$ 1,6 bi em 2019

  • em 13 de março de 2020

A retomada da economia brasileira ainda não é a esperada, visto o crescimento de apenas 1,1% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2019. Porém, o setor de tecnologia, em especial o ligado ao segmento financeiro, deu mostras que continuará crescendo. A prova está na soma de investimentos que as fintechs brasileiras receberam no ano passado. De acordo com a Accenture, foram US$ 1,6 bilhão, montante três vezes maior no comparativo com 2018.

Esse valor foi alavancado pelos novos bancos digitais, em especial o Nubank e o Banco Inter. O primeiro recebeu US$ 400 milhões e o segundo, U$ 344 milhões. Os aportes colocaram o Brasil na quinta colocação entre os maiores centros de captação de fundos de fintechs do mundo.

“Apesar da forte demanda global pelas fintechs, a previsão é que com o amadurecimento das startups os investimentos sejam direcionados cada vez mais aos países com economias em crescimento, onde ainda existem diversas oportunidades para inovações no mercado de consumo e corporativo”, disse Julian Skan, diretor da prática de Financial Services da Accenture, em matéria da Reuters.

E mais: Estudo aponta crescimento das fintechs brasileiras

Apoio público às fintechs

Parte do cenário positivo para o crescimento das fintechs brasileiras se justifica pelo apoio de entidades de classe e do poder público. O Banco Central mantém, há dois anos, o Laboratório de Inovações Financeiras e Tecnológicas (LIFT), justamente para acelerar o desenvolvimento dessas startups.

Em dois anos, 38 projetos já passaram pela LIFT e 29 conseguiram terminar todo o processo. Nessa última lista está, por exemplo, a BluPay, startup que desenvolve alternativas para pagamentos on line, baseadas na tecnologia blockchain. Em dezembro, os donos da BluPay venderam 51% da empresa à multinacional Valid, que fabrica cartões bancários. 

Os projetos aprovados acabam recebendo cooperação de grupos como IBM, Oracle, Amazon e Microsoft. São nessas empresas onde as fintechs encontram o ambiente virtual para se desenvolverem.

Veja também:

Fintechs possuem taxa de crédito menor do que a de grandes bancos

Fintechs oferecem suporte para microempreendedores

Nubank lança cartão de crédito no México

Views:
526
Article Categories:
Notícias

Ver também