Inovação no Enem – Exame é mantido em formato digital para até 100 mil inscritos

Enem Digital

Alunos poderão optar pelo formato impresso ou digital no momento das inscrições

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) responsável pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) divulgou ontem os editais do Exame, que terá edição impressa e digital esse ano. Apesar da pandemia do coronavírus, cronograma geral não sofreu alterações. A prova digital poderá ter até o dobro de inscritos em relação à previsão inicial.

O período de inscrições para o Exame será de 11 a 22 de maio, com aplicações das provas em 1 e 8 de novembro – em formato impresso – e 11 e 18 de outubro – em formato digital. O participante que optar por fazer o Enem impresso não poderá se inscrever na edição digital e, depois de concluir o processo, não poderá alterar a opção.

Em vídeo publicado nas redes sociais, o Ministro da Educação Abraham Weintraub defende o prosseguimento do cronograma maneira normal: “Eu sei que o coronavírus atrapalha um pouco, mas atrapalha todo mundo. Como é uma competição, é justo. Continue estudando, continue se preparando”, afirma.

E mais: Inovação na Educação – Reconhecimento facial se expande pelas escolas do Brasil

Esse é o primeiro ano em que o Enem estará disponível de maneira digital. De acordo com o Inep a mudança do formato impresso para o digital será feita de maneira gradativa. No entanto, nesta fase inicial, até 100 mil pessoas poderão fazer a prova no novo modelo. A previsão é de que o novo modelo seja consolidado até o ano de 2026. A estrutura do exame será igual à da versão impressa. Ele não estará disponível para treineiros e não contará com atendimento especializado.

Views:
264
Article Tags:
Article Categories:
Notícias

Ver também