Desafio MinerAll: transformando tecnologias em diversificação econômica

Projeto liderado pela Samarco, em parceria com a Neo Ventures, reúne investidores, possíveis apoiadores, representantes do poder público e estudantes no “Demoday”.

Após três meses de duração, a primeira edição do Desafio MinerAll, iniciativa da Neo Ventures e da Samarco para estudantes de universidades mineiras, chega à reta final. Os 14 projetos que foram construídos ao longo do programa pelos 80 alunos selecionados serão apresentados durante o “Demoday”. O evento, que tem como público alvo investidores, possíveis apoiadores, representantes do poder público e demais interessados, aconteceu no dia 13 de dezembro, no Centro de Convenções da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), em Ouro Preto.

Na ocasião, cinco projetos serão selecionados para a etapa de pré-escalonamento a ser realizada em 2019 e que vai concretizar a avaliação da viabilidade de recursos necessários para produção em escala das soluções e definir as estratégias e parcerias para inserção dos novos produtos no mercado.

“Estamos surpresos com as soluções propostas a partir do rejeito da mineração, que possuem aplicações em diferentes setores e temas como saneamento, construção civil, pavimentação, móveis, fertilizantes e energia. Será muito difícil escolher os projetos finalistas e o grande vencedor”, afirma Mateus Farias, Acelerador Corporativo da Neo Ventures e Coordenador do Desafio MinerALL.

O projeto, que começou em setembro deste ano, recebeu mais de 400 inscrições de alunos de diversas instituições de ensino das comunidades acadêmicas de Belo Horizonte e Ouro Preto. Os alunos selecionados tiveram contato com as tecnologias desenvolvidas pela Samarco para aproveitamento do rejeito da mineradora, e em apenas três meses fizeram pesquisas de mercado e realizaram visitas técnicas para elaborarem os 14 relatórios detalhados dos empreendimentos projetados para serem implementados na região do quadrilátero ferrífero.

“Para esse resultado, os alunos passaram por inúmeras capacitações, e aprenderam a analisar a viabilidade de empresas nascentes de base tecnológica por meio de perspectivas técnica, econômica, comercial e socioambiental”, explica Mateus.

Segundo Vinícius Roman, diretor técnico da Neo Ventures, o processo de inovação envolve mais do que desenvolver novas ideias ou tecnologias. “Para que a sociedade seja beneficiada, o conhecimento deve ser convertido em novos produtos, serviços ou processos que integrarão a economia como um todo e poderão solucionar problemas comuns compartilhados”, destaca.

O Programa

O Desafio MinerAll é liderado pela Samarco em parceria com a Neo Ventures, aceleradora corporativa, e conta com o apoio da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia (INCT) Midas e do Centro de Desenvolvimento de Tecnologia Nuclear (CDTN).  Ele visa o desenvolvimento de inovações e de novos negócios a partir de 14 tecnologias relacionadas ao aproveitamento dos rejeitos de mineração.

Siga-nos nas redes sociais
@PortalNeoRadar

Ver também