Covid-19: Vacina da Pfizer tem 95% de eficácia em fase final de testes

  • em 18 de novembro de 2020

A farmacêutica Pfizer, em conjunto com sua parceira alemã BioNTech, anunciou nesta quarta-feira, 18, que sua vacina é 95% eficaz contra a Covid-19, segundo análise final dos resultados obtidos na fase 3 de testes. Na semana passada, a avaliação parcial apontou 90% de eficácia do imunizante.

A farmacêutica afirmou que a eficácia da vacina foi consistente em dados demográficos de idade e etnia, e que não houve efeitos colaterais importantes, um sinal de que a imunização poderia ser amplamente utilizada ao redor do mundo. A eficácia em adultos com mais de 65 anos, que estão particularmente sob risco de contrair o vírus, foi superior a 94%.

E mais: Covid-19: Empresa incubada na USP cria aparelho de teste rápido da doença 

O anúncio ocorre dois dias depois de a Moderna declarar que sua vacina é 94,5% eficaz contra a doença. Ambos os imunizantes usam a tecnologia de RNA mensageiro, ou mRNA, uma nova abordagem para vacinas que usa material genético para provocar uma resposta imunológica.

Ainda segundo a farmacêutica, não houve problemas sérios de segurança. O efeito colateral grave mais comum foi a fadiga, com 3,7% dos participantes registrando níveis mais altos. A Pfizer afirmou que a maioria dos efeitos colaterais foi resolvida logo após a vacinação.

Ao coletarem dados de segurança suficientes do estudo, a Pfizer e a BioNTech pretendem solicitar, nos próximos dias, a autorização de uso emergencial nos EUA. Vale destacar que os resultados finais dos testes ainda não foram divulgados em uma publicação científica.

Gostou? Nos siga no Instagram para mais conteúdos exclusivos!

Views:
146
Article Categories:
CoronavírusNotícias

Ver também