Cientistas coreanos criam painel solar que poderá ser integrado a celulares

  • em 9 de janeiro de 2021

Um estudo publicado pela Universidade Nacional de Incheon, na Coreia do Sul, explica como seus cientistas criaram o primeiro painel solar transparente, que pode ser anexado em celulares ou outros eletrônicos móveis.

Os cientistas investiram em dióxido de titânio e óxido de níquel para a criação. A combinação dos dois elementos proporciona um método semicondutor eficiente e “amigo” do meio ambiente.

O painel solar pode ser usado em janelas, vidros de carro, telas de celulares e outros produtos de uso diário, gerando energia diretamente no local. O painel solar já existente, que normalmente fica em telhados ou outras áreas remotas, é opaco, escuro e absorve apenas a luz visível. De acordo com o estudo publicado no Science Daily, sua nova versão usa uma luz invisível que atinge a faixa ultravioleta.

O professor Joondong Kim, que liderou o estudo, comenta: “Esperamos estender o uso de nosso design a todos os tipos de materiais, desde edifícios de vidro a dispositivos móveis como carros elétricos, smartphones e sensores”. A expectativa é que a energia solar vire algo mais acessível ao público.

Veja também: Natura inaugura centro de inovação de R$ 35 milhões

A equipe afirma na introdução de seu estudo que “está animada para levar seu projeto para o próximo nível, usando materiais inovadores como semicondutores 2D, nanocristais de óxidos de metal e semicondutores de sulfeto”.

“Nossa pesquisa é essencial para um futuro verde sustentável – especialmente para juntar o sistema de energia limpa com uma pegada de carbono mínima ou nula”, concluiu o professor Kim.

Gostou do nosso conteúdo? Nos siga no Instagram e tenha acesso a mais materiais exclusivos!

Views:
124
Article Tags:
Article Categories:
Conceitos e Tendências

Ver também