China lança missão espacial que trará amostras da Lua

  • em 24 de novembro de 2020

A China lançou a Chang’e-5, a quinta missão de seu programa de exploração lunar. Um foguete Longa Marcha 5 decolou do Centro de Lançamento de Satélites Wenchang carregando 8,2 toneladas de equipamentos, incluindo múltiplos veículos que serão usados para coletar e trazer de volta amostras do solo lunar.

Se tiver sucesso a China será o terceiro país a conseguir amostras da Lua, depois dos EUA – na missão Apollo 11 em 1969 – e da União Soviética – na Luna 16 em 1970. A quantidade a ser coletada chama a atenção: enquanto a Luna 16 trouxe apenas 100 gramas de solo, os cientistas chineses esperam que a Chang’e-5 traga entre 2 e 4 Kg.

E mais: 4 curiosidades sobre a Inteligência Artificial

A missão é um verdadeiro trabalho em equipe, e os profissionais do Programa Chinês de Exporação Lunar (CLEP, China Lunar Exploration Program) terão de coordenar a operação de quatro espaçonaves robotizadas para cumprir seu objetivo.

A primeira espaçonave é um “módulo de serviço”, que será responsável pela captação de energia solar, usada para alimentar os equipamentos, e pela jornada até a Lua. Após entrar em órbita lunar duas espaçonaves, um módulo de pouso (lander) e um veículo de retorno, se separam e descem até a superfície.

O lançamento do foguete Longa Marcha 5 foi transmitido ao vivo pela mídia estatal, direto do Centro Espacial de Wenchang, na ilha de Hainan, no sul do país. Em geral, a China costuma manter sigilo a respeito de operações como essa até que o esteja em órbita. Por isso, a divulgação do episódio é vista como um sinal de confiança em seu programa espacial.

A sonda chinesa está prevista para pousar na planície vulcânica Mons Rumker. De acordo com os cientistas, as amostras capturadas dessa região tendem a ofecerer uma parte mais jovem da Lua, ao contrário das missões anteriores, que exploraram áreas com mais de três bilhões de anos.

A expectativa é que as rochas trazidas possam aprimorar uma técnica de contagem de crateras, usada para estimar idades de superfícies geológicas, planetas e asteroides em todo o sistema solar.

Gostou? Nos siga no Instagram para mais conteúdos exclusivos!

Views:
246
Article Categories:
Notícias

Ver também