Brasil é o país que possui 8 das 20 empresas mais inovadoras da América Latina

A presença de startups atuando junto com empresas, um setor que discute apenas inovação, o uso de tecnologia de ponta e a criação de eventos e hackathons têm sido estratégias adotadas pelas empresas que mais inovam na América Latina.

Isso é o que afirma o estudo divulgado pela Visa em parceria com a Americas Market Intelligence. Segundo a pesquisa, 8 das 20 empresa mais inovadoras da AL estão localizadas aqui no Brasil.

A pesquisa revelou também que as companhias mais inovadoras não nasceram necessariamente em um ambiente digital, mas adotaram conceitos e novas tecnologias, como machine learning, inteligência artificial, big data e biometria, que os ajudaram neste processo disruptivo de inovação.

Os nomes das vinte empresas não foram divulgados, mas a avaliação recolheu dados de 85 instituições da América Latina. Dentre elas se destacaram varejistas e bancos tradicionais, liderando os segmentos mais inovadores da lista. Em um trecho do texto, o estudo destacou empresas como Itaú, Magazine Luiza, Bancolombia, Mercado Pago, Rappi e Easy Taxi como “alguns dos inovadores locais que estão mudando o formato do comércio e do serviço bancário na América Latina”.

Segundo Vanessa Meyer, VP de Inovação da Visa, o mercado tem agido para se fortalecer e reter clientes com os processos de inovação. “Varejistas estão se tornando provedores de serviços financeiros, enquanto mercados virtuais oferecem serviços bancários e bancos usam mais plataformas abertas para facilitar pagamentos” explica.

Como funciona esse processo de inovação?

As empresas com maiores índices de inovação possuem um time que atua exclusivamente pensando em medidas e ações que colaboram com este processo. Segundo o estudo, as medidas adotadas envolvem parcerias com startups e criação de conceitos práticos em curto prazo. As companhias destacadas criaram em média uma solução de negócio dentro do período de cincos meses, por exemplo, entre a concepção e o teste no mercado.

Para a aceleração do processo de inovação, as empresas promovem a criação de espaços de integração entre funcionários, além de promover hackathons e incubação das startups em suas sedes e espaços.

Os bancos mais inovadores usam a inteligência artificial para auxílio ao atendimento ao o cliente e, consequentemente, melhorar a experiência dos usuários com os serviços. A tecnologia mais utilizada é de machine learning, uso de biometrias, carteiras digitais e blockchain.

Entre as instituições varejistas, são feitas inclusões  de marketplaces na internet. A pesquisa revela que seis dos oito mais inovadores adotaram essa estratégia, que permite que pequenos lojistas possam usar suas plataformas de vendas.

“Os consumidores estão exigindo experiências de compra mais rápidas, integradas e convenientes, além de novas formas de pagar. É isso que as empresas inovadoras estão entregando, e este estudo sinaliza fortemente como podemos continuar trabalhando com nossos parceiros na região para acelerar a inovação nos pagamentos”, diz Vanessa Meyer.

Entendendo a tecnologia como meio facilitador e essencial nos dias de hoje, o estudo deixa claro que a inclusão da inovação nos negócios e no mercado tem como finalidade melhorar a experiência do cliente ou usuário final.

Para saber mais sobre inovação, tecnologia e o ecossistemas de startups, siga nosso portal nas redes sociais @PortalNeoRadar.

Veja mais:
Startup Day VLI: inovação e tecnologia para solucionar desafios em Logística
Desafios e oportunidades do financiamento à inovação
Inovação a todo vapor: Banco Inter anuncia plataforma de Home Broker gratuita
Dicas para melhorar a inovação de grandes empresas

Views:
6315
Article Categories:
Notícias

Ver também