Apple estima queda de receita por conta do coronavírus

  • em 18 de fevereiro de 2020

O pânico em torno do surto de coronavírus, que já contaminou 73 mil e levou a óbito quase dois mil, reflete negativamente na economia mundial. Grandes empresas começam a estimar os prejuízos. A Apple já anunciou que dificilmente atingirá as metas de receita do trimestre, estimadas em até US$ 67 bilhões.

A queda está relacionada à produção. Boa parte dos fornecedores da cadeia do iPhone, principal produto da Apple, estão localizados em cidades da província de Hubei, no sudeste da China. Na região, considerada o epicentro do vírus, são poucas as fábricas que não optaram por fechar as portas, pelo menos momentaneamente. Por conta disso, a oferta mundial será contida e, consequentemente, as vendas cairão.

Com relação às vendas, a Apple também perdeu nesse período um mercado importante. Por conta da doença, grande parte das lojas da empresa na China foram fechadas. As que se mantiveram abertas, adotaram escalas reduzidas de trabalho. E mesmo nelas não há muitos clientes.

“Nossas estimativas trimestrais publicadas em 28 de janeiro de 2020 refletiam as melhores informações disponíveis na época e as nossas melhores estimativas sobre o ritmo do retorno ao trabalho após o fim do feriado do Ano Novo Chinês estendido em 10 de fevereiro. A produção está começando a voltar ao normal no país, mas estamos notando um retorno mais lento do que antecipávamos”, diz o comunicado da Apple.

E mais: Medo do coronavírus tira gigantes de tecnologia do MWC

Apple com demanda em alta

O mesmo comunicado tranquiliza os investidores. A empresa garante que, fora do país asiático, a demanda por seus produtos continua alta e crescente. “A Apple é fundamentalmente forte e essa interrupção em nossos negócios é apenas temporária”.

A nota ressalta, ainda, que a prioridade segue sendo a saúde e a segurança de funcionários, fornecedores, clientes e comunidades da China. “Nossa profunda gratidão está com os que estão na linha de frente do confronto com essa emergência de saúde pública”.

Veja também:

Inteligência artificial antecipou surto de coronavírus

Apple segue como a marca mais valiosa do mundo

Apple, Amazon e Google se unem em projeto de IoT

Views:
512
Article Tags:
Article Categories:
Notícias

Ver também