6 passos para estimular sua criatividade e ter ideias mais inovadoras

Ideias criativas e inovadoras

No contexto empresarial, ser criativo é sempre visto com muito bons olhos. Ter ideias inovadoras pode ser um diferencial para conseguir aquela vaga ou tentar uma promoção. Está tentando ser mais criativo e não sabe como? Confira 6 dicas que te ajudarão a estimular sua criatividade e ter ideias mais inovadoras.

E mais: Entenda por que a Microsoft quer comprar o Tik Tok

1. Seja antenado

As ideias inovadoras na maioria das vezes são combinações de informações ou a simples aplicação de um conceito que funciona em um ambiente em outra área. O objetivo aqui é que você entenda que o primeiro passo para ter boas ideias é ter informações e referências.

É necessário entender como as coisas funcionam. Quanto mais informações você tem, maiores são as suas possibilidades de conseguir misturar umas com as outras e ter grandes ideias.

Seja curioso. Reserve um tempo do seu dia para ler notícias, ler um capítulo de um novo livro, procurar na internet como um mecanismo funciona. Escolha bem o que você vai ler e lembre-se que as redes sociais não são a melhor fonte de conhecimento. Escolha bem o conteúdo que você consome e utilize melhor seu tempo.

2. Conte suas ideias e ouça as pessoas

Unir suas ideias com as ideias de outras pessoas pode ser um ótimo caminho para ser mais inovador. Nesse processo, tão importante quanto falar é ouvir as pessoas. Muitas vezes os seus amigos e conhecidos podem ter a parte que falta para a sua grande ideia.

As pessoas veem problemas e os resolvem de formas distintas. Por isso, é importante que você esteja no meio das pessoas, peça que elas contem sobre as suas experiências, compartilhe as suas ideias e ouça opiniões.

3. Tenha tempo de qualidade para pensar

Para as conexões acontecerem é necessário um “tempo de maturação”. Às vezes você precisa “dar um tempo” entre uma ideia e outra para o seu cérebro assimilar as informações e fazer novas conexões.

Você já deve ter ouvido falar de ideias que demoraram dias, semanas e até anos para darem certo. Inclusive, para alguns autores do Design Thinking os projetos necessitam de uma fase chamada “Incubação”. Na incubação a equipe é incentivada a esquecer o problema e ir trabalhar em outras coisas. Esse período de descanso da mente em relação ao problema ajuda o nosso cérebro a encontrar outras possíveis soluções.

Vale lembrar que essa dica não funciona sozinha. Você precisa ter estudado o problema e coletado informações necessárias. A sua criatividade precisa de dados para trabalhar.

4. Errar faz parte processo

Não tenha medo de errar e principalmente não tente evitar ideias malucas quando estiver tentando gerar insights! A única forma de aprender de verdade é fazendo e inevitavelmente, cometendo erros. Cada erro é um novo aprendizado que vai te ajudar a construir uma ideia inovadora ainda melhor. Se você está tentando ser criativo e não está se precipitando e tendo ideias erradas você não está se esforçando o suficiente.

O problema não é o erro em si, é não aprender nada com ele. Sempre que algo der errado você precisa saber exatamente o motivo da falha e o que pode fazer diferente da próxima vez. O pior que pode acontecer com uma pessoa realmente inovadora é não tentar nada por medo de errar.

Além disso, você não deve impedir que as pessoas deem ideias ruins ou absurdas. Dessas ideias podem surgir soluções geniais. É no absurdo que podem estar os componentes que faltam para a sua ideia inovadora. Quando você estiver gerando novas ideias abstraia da realidade e pense em formas exageradas de resolver um problema. Esse é um dos únicos momentos em um projeto sério que se pode sair do convencional.

5. Adapte, transforme e misture ideias

Construir em cima da ideia dos outros é uma ótima fonte de ideias inovadoras. Às vezes as pessoas têm as partes que faltam da sua ideia e que precisam ser misturadas a outras ideias para realmente funcionar.

Transportar as ideias de um ambiente e aplicar em outro é uma ótima forma de ter ideias inovadoras. Copiar mecanismos de outras áreas é um assunto tão sério que foi criada a biomimética, um campo de estudos dentro do desenvolvimento de produtos que pesquisa formas de “copiar” estruturas e conceitos naturais e aplicá-los no desenvolvimento de novos materiais, soluções arquitetônicas, mecanismos, etc.

6. Tenha um local para anotar tudo

As ideias inovadoras não escolhem hora e nem lugar para aparecer. Você pode estar preso no trânsito, correndo no parque ou fazendo compras no supermercado. O problema é que com a mesma velocidade que as ideias surgem elas vão embora, por isso é tão importante ter algum lugar para registrar.

Ideias anotadas são mais fáceis de serem lembradas e resgatadas em momentos de devaneio. Quem ouve, reflete, anota e fala tende a aprender mais e mais rápido. Isso acontece, pois nosso cérebro tem a tendência de apagar as informações que julga não serem importantes.

Portanto não deixe que ele decida por instinto e escolha um local para centralizar suas anotações. Escreva, desenhe e esboce as ideias que tiver! O importante é tirar essa carga da sua cabeça e deixá-la livre para trabalhar.

Gostou do nosso texto? Nos siga no Instagram e fique por dentro de conteúdos exclusivos.

Views:
425
Article Categories:
Conceitos e Tendências

Ver também